domingo, 26 de setembro de 2010


imagem ecintrada na internet

Puer Aeternus

Nunca terminava de montar um quebra-cabeça, ia fazendo outros pela metade e os deixando pelo caminho. Mesmo crescido, a sede pelo novo continuou exacerbado dentro dele. Com o tempo tornou-se um homem sem passado. Não tinha malícia e só vivia dando asas à imaginação. Nunca completou um ciclo e sua vida era vários ciclos incompletos. As pessoas quando o conheciam, queriam protegê-lo dos perigos do mundo. Até, mesmo com idade avançada, parecia um menino.

Postar um comentário