domingo, 23 de abril de 2017

Fala comigo

diz alguma coisa sei lá sobre seu trabalho viagem quem te sacaneou espera um pouco continue online esta noite preciso de companhia as lembranças estão jorrando em mim não queria falar daquele jeito com Marina meu pai me telefonou e não quis atender mas e aí vai viajar com a Sandra para onde? O quê está com sono? Nem são três horas da manhã fala comigo o quê? Vai se foder não preciso de ajuda só quero conversar as máscaras voltaram querem me pegar viu a Laura? Como, morreu há dez anos mas eu a encontrei outro dia e conversamos muito ela me disse que mora num jardim lindo... Cara tem pessoas me perseguindo elas são pernetas e usam óculos escuros com certeza é algo ligado ao governo tu sabe que fui abduzido, né? Tem uma aranha me encarando ela tem os olhos da professora Creusa lembra-se dela? Bem, estou muito ocupado e preciso desconectar estou arrumando minhas malas viajarei para Nova York para um congresso ultra secreto até mais querido fique bem e não tente mais se suicidar tá bom





 

sábado, 22 de abril de 2017

SOPRO



Imagem encontrada no google

Quando começou a ouvir algo que não entendia, descobriu que era vazia. Aos poucos, definira formas e significados a partir dos sons que adentravam no fundo do armário.. Não queria ser mais subjugada. Aos poucos a palavra transformava seu corpo artificial em carne e osso.

“Sofia, meu  nome”, disse de repente. Saiu do armário e se olhou no espelho. Era uma mulher nua. Pegou uma blusa e uma bermuda esperou seu “dono”, lendo alguns contos de um livro jogado na cama. Via aquelas letras embaralhadas nas páginas, formando-se em palavras, frases e orações.  Apaixonou-se pela literatura e adorava ouvir o “ possuidor” ler em voz alta, ela começou a nascer a partir daí.  Havia uma citação que espelhava o que sentia:
"A palavra é meu domínio sobre o mundo." Clarice Lispector

Ouviu o barulho na porta, respirou fundo. Já sabia o que diria.
Antônio não comprou uma boneca inflável porque se sentia triste ou sozinho. Queria dar um tempo nas relações amorosas, pois tudo se tornava chato e tinha preguiça de cultivar relacionamentos. Com o utensilio erótico, extravasa todos seus fetiches sem vergonha.

Ao abrir a porta, assustou-se com uma mulher vestida com sua roupa. Quis chamar a polícia, mas ela pediu para que a escutasse. No início, Antônio se sentiu em um romance absurdo e no sense, como uma boneca inflável se tornou uma mulher tão independente e cheia de vontades.  Sofia disse para ele que desejava conhecer o mundo, ler vários livros e que precisava de ajuda. Antônio respondeu que era impossível e a mandou ir embora do apartamento.

A mulher não arredava o pé, então, Antônio ameaçou novamente a chamar a polícia. Sofia argumentou que se fizesse isso, relataria à polícia que ele a abusou por muito tempo, tornando-a escrava sexual. Antônio resolveu cooperar.

   Sofia era inocente, pensava que respirar e ser de carne e osso bastava para ser viva. Entretanto, descobriu que no mundo dos Homens precisava de documentos que provavam sua existência. Sem RG, CPF e Titulo de Eleitor, ela não existia, como muitos por aí. Antônio tentava explicar que, antes de tudo, precisava ter uma Certidão de Nascimento. Como não tinha pais e nenhum outro parente, teriam que procurar a justiça. Enquanto isso, Sofia queira ler junto com Antônio e ele, a princípio meio contra gosto, levou-a até para a oficina literária que participava. Sofia descobriu que ser mulher de verdade tinha alguns convenientes. Sofria com a menstruação, percebeu que quando não tomava banho fedia. Além de odiar fazer cocô e xixi. Todavia, concluiu a que a vida é feita de momentos bons e ruins e que são importantes para existência. 


Realmente nesta história não houve amor à primeira vista, pelo contrário, Sofia e Antônio se detestavam, apesar de gostarem dos mesmos livros e lugares. Toleravam-se. Mas, com o passar das estações, surgiu certa amizade.  Cada vez mais queriam ficar juntos.

Familiares e amigos diziam que ele estava maluco de ficar como uma moça que foi boneca inflável. Antônio nem ligava e Sofia aos poucos descobriu que ele é um homem gentil e não um egocêntrico que só desejava saber de si.  Aprenderam muitas coisas juntas e até o sexo foi um aprendizado. Andavam em todos os recantos da cidade e curtiam cada momento juntos nos cafés e bares.  Seguiam a risca o refrão da música:
“Pedes-me um momento
Agarras as palavras
Escondes-te no tempo 
Porque o tempo tem asas
Levas a cidade
Solta me o cabelo
Perdes-te comigo
Porque o mundo é o momento”( Pedro Abrunhosa)]

Sofia conseguiu finalmente ser registrada e a ter documentos para poder trabalhar. Antônio sempre ao seu lado, feliz com suas conquistas. Todavia, começaram a entender que se tornavam mais amigos do que um casal. A relação estava morna em demasia. Mesmo tristes, resolveram se separar, para viverem outros amores.
Experimentaram vários amores, paixões, divórcios e tiveram muitos filhos, mas a amizade continuava entre dois. Quando envelheceram, decidiram morar juntos.
Anos mais tarde, familiares os encontraram um ao lado do outro. Antônio já velho e inerte na cama e Sofia, uma boneca inflável vazia. 


Conto ao som:




SEGUIDORES



 

No ônibus, dou uma olhada no face para ver quem deu indireta em quem, quem se divorciou, quem brigou com quem, clicar like, compartilhar frases irreverentes, fotos e vídeos fofos. Além de curtir os postes dos amigos e dar parabéns para gente que nem sei quem é mais, para fazer uma social. Além de deletar e bloquear gente sem noção que adora escrever textão... No reflexo da janela, alguém vê meu face e o que estou fazendo nele.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

Expectativas

Imagem encontrada no google


– Anda menino!! Escreva um discurso para homenagear sua irmã, no seu aniversário de quinze anos.


– Eu não consigo. Tento, mas minha mente está vazia de ideias.


– Você não se diz escritor?


– Só consigo escrever sobre o que acontece comigo e ideias que passam pela minha cabeça. Não se lembra que só tiro nota baixa em redação?


– Já vi que não tem jeito... Pode deixar que vou escrever alguma coisa. Vai colocar suas besteiras no blog... como aquele conto seu, sobre uma boneca inflável que se torna numa bruxa e transforma o seu ex-dono em vibrador. Quando você vai criar jeito, menino?


– Um dia... Já postei outra história, quando puder, dá uma olhada. Outra coisa, este conto que você achou ridículo, outro dia recebi um e-mail emocionado de uma mulher, dizendo que graças ao meu conto, ela teve coragem de largar o marido, uma mala sem alça. Agora, ela está vivendo um novo amor.


domingo, 16 de abril de 2017

ENCONTRO



Vi um menino triste. Reconheci-me no seu olhar e fui ao seu encontro, dizendo-lhe que tudo ficará bem. Ele sorriu para mim e virou à esquina.

Ao retornar para casa, lembrei-me de que um homem me disse as mesmas palavras. 


sábado, 15 de abril de 2017

CONSELHOS




Adorava reler os livros de certa escritora, que a ajudou bastante na criação dos filhos. Mas, hoje, sentia-se desamparada. A autora não publicava mais os conselhos.


Pois, foi assassinada pelo filho.

segunda-feira, 10 de abril de 2017

DEVER CUMPRIDO



Aniversário do meu filho, preciso organizar os preparativos... Mamãe está com uma dor no peito, preciso levá-la ao médico... Espera, o diretor diz que preciso gritar ainda mais. Também, preciso levar Belinha ao veterinário para castrá-la, do contrário pode ter câncer. Como? O diretor me diz para abrir mais as pernas e gritar palavrões. Como estará Rose com o filho doente? Ligarei para ver se precisa de alguma coisa, sei lá, que eu compre aqueles remédios caríssimos. Rose é uma empregada ótima e quase da família.  Agora, o diretor quer que fique por cima... Cada vez mais em me decepciono com os políticos, só querem roubar a gente, se pudesse, os faria desaparecer. O diretor pede para ficar de quatro e gritar mais alto e, o pior, que estou rouca, descobri que tenho calos na garganta. Não posso me esquecer, preciso dar uma revisada nos meus poemas, quero lançar meu primeiro livro ainda este ano. Que lindo, Carlão tatuou nos braços a foto dos pais, ele sempre foi um filho amoroso. Quem o vê me possuindo com força, nunca acreditará como é uma boa alma. Uma vez, defendeu-me de um namorado violento. Que pena que seja tão bem casado com Marinalda, inclusive, tem uma tatuagem dela no peito e, nas costas, a dos filhos.  O diretor me manda fazer outra posição, ainda bem! Estou com câimbra! Hoje, quando saí de casa, vi um arco-íris lindo, tirei até foto. Adoro ver tudo que é belo e me emociono, mas, não posso chorar, tenho que lamber os lábios,  revirar os olhos e gemer. Terminando por aqui, vou para casa e tomarei um longo banho. Verei um filme com meu filho.Cena final, o diretor me pede para fazer cara insana e gritar bem alto. 
Enfim, mas um dia de trabalho cumprido... 
    


sábado, 8 de abril de 2017

COMPARTILHAR



Uma é só brilho e a outra penumbra.
Quando Laura se machucava, porque roubavam sua luminosidade, Sofia vinha ajudá-la a se recuperar.
Então, aos cuidados da segunda irmã, Laura ficava mais brilhante, aquecendo o coração sem esperança de Sofia.
Ajudavam-se, compartilhando a luz e a escuridão.


terça-feira, 4 de abril de 2017

“ UMA VIDA EM SEGREDO”( conto de 2012)



Imagem encontrada no google


- Doutora, não queria matar meu marido. Só pretendia tirar da cabeça dele a amante que morava nos seus sonhos. Desejava libertá-lo daquela parasita, doutora, deixava-o fraco de tanta safadeza imaginária.

***



Uma mulher vestida de preto e com óculos escuros olhava fixamente para o quarto da paciente, que matou o marido. Enfermeiros e médicos lhe atravessavam e nem percebiam sua presença.

Conto ao som: 



domingo, 2 de abril de 2017

CÚMPLICE



Todos dormem
Sinto que sou a única pessoa viva na Terra
De repente, peido!
A madrugada continua sepulcral
É cúmplice de meus puns.