domingo, 2 de abril de 2017

CÚMPLICE



Todos dormem
Sinto que sou a única pessoa viva na Terra
De repente, peido!
A madrugada continua sepulcral
É cúmplice de meus puns.
Postar um comentário