segunda-feira, 10 de abril de 2017

DEVER CUMPRIDO



Aniversário do meu filho, preciso organizar os preparativos... Mamãe está com uma dor no peito, preciso levá-la ao médico... Espera, o diretor diz que preciso gritar ainda mais. Também, preciso levar Belinha ao veterinário para castrá-la, do contrário pode ter câncer. Como? O diretor me diz para abrir mais as pernas e gritar palavrões. Como estará Rose com o filho doente? Ligarei para ver se precisa de alguma coisa, sei lá, que eu compre aqueles remédios caríssimos. Rose é uma empregada ótima e quase da família.  Agora, o diretor quer que fique por cima... Cada vez mais em me decepciono com os políticos, só querem roubar a gente, se pudesse, os faria desaparecer. O diretor pede para ficar de quatro e gritar mais alto e, o pior, que estou rouca, descobri que tenho calos na garganta. Não posso me esquecer, preciso dar uma revisada nos meus poemas, quero lançar meu primeiro livro ainda este ano. Que lindo, Carlão tatuou nos braços a foto dos pais, ele sempre foi um filho amoroso. Quem o vê me possuindo com força, nunca acreditará como é uma boa alma. Uma vez, defendeu-me de um namorado violento. Que pena que seja tão bem casado com Marinalda, inclusive, tem uma tatuagem dela no peito e, nas costas, a dos filhos.  O diretor me manda fazer outra posição, ainda bem! Estou com câimbra! Hoje, quando saí de casa, vi um arco-íris lindo, tirei até foto. Adoro ver tudo que é belo e me emociono, mas, não posso chorar, tenho que lamber os lábios,  revirar os olhos e gemer. Terminando por aqui, vou para casa e tomarei um longo banho. Verei um filme com meu filho.Cena final, o diretor me pede para fazer cara insana e gritar bem alto. 
Enfim, mas um dia de trabalho cumprido... 
    


Postar um comentário