domingo, 26 de setembro de 2010




IDEIA DESPUDORADA

Não veste palavras

Corre nua pela vastidão do mundo

Incompreendida, acham-na sem sentido

Entretanto, está mais próxima da verdade diversa do universo

Ela quer se diluir nele

Não interpretá-lo
Postar um comentário