segunda-feira, 25 de outubro de 2010




EDUARDO, O VINGATIVO

No aniversário do primo soprou a vela primeiro, desapontando o outro. Fez isto como vingança contra o tio, que despediu seu pai injustamente. O choro do primo foi um canto dos anjos para ele dormir sossegado.
Postar um comentário