quinta-feira, 20 de agosto de 2009

Cena do filme Perdas e Danos( 1992)


TRÂNSFERENCIA

Nunca conhecera a mãe, mas sabia que tinha um amante. Resolveu encontrá-lo e descobrir através dele a história de sua mãe.


Estão nus e observam um ao outro detalhadamente.


Ela quer conhecer uma parte da mãe que o pai e os outros da família não revelam. Acredita que através do amante, possa descobri-la.


Beijam-se. Os corações estão em sincronia.


– Para sua mãe o seu pai era amor e eu, paixão.


Nunca tinha feito amor com um homem mais velho. Ele percorria seu corpo devagar e sentia os músculos se contraírem e a pele arrepiar-se.


De repente, a idéia fixa de conhecer a mãe começa a diluir.


As sensações substituem os pensamentos. Suspiros surgem na escuridão do quarto.


O homem diz: – Sua mãe ficou no passado. Quando a conheci, era outro.

Ela diz:– Eu precisava conhecê-la. Agora, não tenho tanta necessidade.


Amanhece. Não ouvem os primeiros ruídos da cidade. Enlaçados, dormem profundamente.

Postar um comentário