domingo, 22 de dezembro de 2013

Pela janela...

Imagem encontrada no google


vejo um cavalo branco invadir a vila, a lua está coberta por uma nuvem, certo homem com um violino começa a tocar e uma bailarina a dançar; o equino começa segui-los, a bailarina monta nele e faz acrobacias; a lua se despe da nuvem e aparece esverdeada; lembro-me que num passado remoto tive este sonho, será que ele estava adormecido no inconsciente? percebo-me um Deus ancestral que fez um mundo fabuloso, será? vou ao banheiro e vejo através do espelho que meu rosto é universo, minha consciência diz que não posso perder o bom senso; porém o portal que fica no meu inconsciente se abre e algo esta noite desperta em mim; tudo ao meu redor se dissolve, de repente, vejo uma chama azulada que fica atrás dos pensamentos e sonhos, fico tão admirado que a toco;  ela se faz em serpente e me pica, mexi em algo perigoso, místico e mítico; volto a ficar na janela, a lua está novamente coberta pela nuvem; outra vez, espero o cavalo, o músico e a bailarina, mas só veio os bêbados e os morcegos
Postar um comentário