terça-feira, 21 de junho de 2016

NO CEMITÉRIO




Havia uma estátua que se destoava das outras, tinha curvas em abundância. O coveiro ficava ao seu lado, lembrava-se de sua mãe, que apesar dos dez filhos, o colo aconchegava a todos. 
Postar um comentário