domingo, 12 de junho de 2016

ESQUECIMENTO...


O irmão mais velho sempre defendeu o caçula da mãe. Quando ela cresceu e teve outros interesses, largou os bonecos num canto qualquer.

Encontraram a paz e a felicidade e sempre rezavam para nunca serem descobertos, no paraíso chamado esquecimento.
Postar um comentário