sexta-feira, 16 de novembro de 2012

MEU AMIGO





Conheço essa sua solidão ancestral. Não deixa de ser humana.
Postar um comentário