sexta-feira, 2 de novembro de 2012

INSÔNIA






INSÔNIA

Outra vez a maldita. Ligo a tevê e vejo um filme erótico, mas que a história já conhecia, mas os atores são diferentes.
A cena: Duas mulheres na piscina:

- Kendra, estou tão sozinha. Justin vive trabalhando...
- Britney, acho que precisa de diversão. Olha o Plabo limpando a piscina, é um gato!
- Kendra, ele tem idade de ser nosso filho.
-  Britney, não quer dar de mamar pra ele?
- Você é tão depravada, Kendra?
- Se não quer, eu quero!

Então Kendra vai em direção do Pablo, seduzindo-o. A cena de sexo é bem forçada. Os atores não passam verdade.

Ligo o computador e começo a compartilhar pensamentos nas minhas redes sociais. Curioso é que me sinto muito intenso, quando escrevo minhas mensagens. Ganho até elogios. Muitos curtem o que escrevo. Posto alguma coisa e espero... Nada. Começo a fuxicar as fotos que o pessoal compartilha no facebook. Sinto-me culpado por fazer isso.

 Assisto alguns vlogs, encontro um cara que detona um filme romântico e vampiresco para moças. Realmente o tempo corre muito depressa, o vídeo está datado. Pois, o filme é uma série de três filmes e já estão lançando o último. A escritora do livro que inspirou os filmes, já tem outro best-seller.  

Estou  com tédio, ligo a tevê de novo. Vejo um canal que o pastor manda os fiéis correrem num tapete vermelho para pisar na cabeça do demônio. Fico enjoado e volto para o filme erótico.  Agora, Britney e Kendra  fazem amor em cima da mesa. Que mesa resistente, a compraram onde? O marido Justin observa a tudo com olhar guloso.

Volto à internet.  Quero encontrar algo, que não sei o que é? Acho que vou postar alguma coisa no blog. O galo já está cantando. Merda! Ainda nenhum comentário nos vídeos( Para quem não sabe, produzo vídeos para Internet). Tem uns vídeos de humor interessantes no youtube... Estou de saco cheio da internet.

Está no final do filme. Britney e Justin transam e no último suspiro, os créditos aparecem. Eu vi esse filme em algum lugar, mas os atores eram outros.

Chega de ficar à toa. Ainda bem que o sono veio.
Postar um comentário