sábado, 8 de setembro de 2012






DANÇARINO-GUERREIRO

 De repente, sinto-me universo e começo a dançar no quarto escuro. Acalmo os monstros internos que estão encantados com a via láctea. Não posso deixa-los fugir, preciso hipnotiza-los com meus passos. Sou um dançarino-guerreiro que através da dança, luto para defender o mundo de todos os monstros internos. Estou a dançar por vários ciclos.
Postar um comentário