quinta-feira, 27 de setembro de 2012

conto antigo para quem ainda não leu


Imagem encontrada no google




PALHAÇO 

Circo cheio, crianças felizes gritavam. Uma moça espera a apresentação. Quando o via sentia-se orgulhosa. Ele tropeçava, contava piada e chutava o traseiro postiço do parceiro de picadeiro. Ao terminar o espetáculo, ela sempre vai ao seu encontro. Observava-o tirando a maquiagem, o rapaz olhava para o espelho sem dizer uma só palavra. A moça adorava ver este ritual. Saíam do circo de mãos dadas, às vezes, faziam amor num cantinho escuro perto do ponto de ônibus. Depois, ele pegava do bolso da calça um bolo de guardanapo para que a companheira se limpasse, a moça sentia-se acarinhada com esta atitude. O único bem que tinham era um ao outro e por enquanto se bastavam.

Postar um comentário