domingo, 9 de setembro de 2012



frustrado-no-computador-thumb3228931


Não é nada!


“Estou cansado, não consigo mais fingir. Vou embora. Todos conversam felizes, será? As pessoas falam muito baixo, parecem estar distantes de mim ou sou eu? A lua estava tão bonita quando vinha pra cá. Não posso sair simplesmente, isso pode me prejudicar no trabalho. Saco!!  O Antônio sempre faz uma cara de sorriso estratégico quando tira foto. Impressionante é a mesma pose em várias fotos. Nunca consegui isso e ainda perguntam: - Que cara de cu é essa?!. É meu rosto o que posso fazer, não sou fotogênico. Juro que tento interagir, porém os papos são enjoados, só falam de poder.  Sempre me disseram para ser político, não consigo.  O que quero fazer realmente é produzir vídeos que ninguém assiste na internet. Sinto-me liberto, posso xingar todo mundo e ninguém fica sabendo. Adoro escrever sobre meus colegas de trabalho, são todos uns escrotos que adoram bajular o chefe. São dignos de pena. Quando chegar em casa postarei no blog e farei  um vídeo também. Chega! Vou embora, adeus cambada que vive uma vida de gado.”

Foi embora acompanhado pela lua. Liberto, chegou a sua casa e acessou o blog e o site de vídeos. O coração quase veio à boca. Vários comentários de seus colegas de trabalho; estavam revoltados com ele. Pensou como isso aconteceu, já que ninguém sabia que tinha blog e que fazia vídeos.

O celular tocou. Era Antônio:

- Eu descobri que tinha um blog e que produzia vídeos através da minha prima, que é colega da sua sobrinha. Você se acha tão superior, né? Não é nada! E se me olhar com cara de superioridade para mim novamente, arrebento sua cara.

Olhou para lua, realmente estava muito linda. Sentiu-se nu e dormiu em pose fetal até o dia seguinte.
Postar um comentário