sexta-feira, 8 de junho de 2012




Flora (Patrícia Pillar) em “A Favorita”

Foto: TV Globo

- Doutora...

Sou uma assassina. Não queria matá-lo, mas foi mais forte que eu. Quando me lembro da cena, a ira quase transborda novamente e. Mas, o que vi me machuca, principalmente meu orgulho. Estou me sentindo tão feia, doutora. Pareço uma bruxa enverrugada. NÃO, doutora, não me faça lembrar daquele dia. Quero esquecer... O ciúme no deixa demente, minha mente está derretendo. Minha garganta está se fechando, quero vomitar. Não aguento mais, a culpa me queima. Tudo foi tão rápido. Acordei no meio da noite e me marido não estava. Andei pelo corredor e vi a porta meio aberta. Fui ver se ele esta lá e o vi beijando o espelho. De repente sua imagem se desprendia da superfície do espelho e meu marido, doutora, estava se beijando de língua. Não vi mais nada e quando voltei à consciência, estava com o furador de gelo sujo de sangue. Doutora, vou pro inferno. Sinto tanto remorso ... Mas, ele bem que mereceu, né, doutora?

Postar um comentário