terça-feira, 14 de dezembro de 2010


 PEDIDO
“ Me empresta uma lembrança interessante. É que não tenho o que contar. Depois, a devolvo sem nenhum arranhão. Eu juro!”
O outro emprestou contrariado: “ se não emprestar, vai pegar na marra como fez com as outras.”
Postar um comentário