domingo, 5 de dezembro de 2010




BREVES MOMENTOS

Foi tão elogiado pelo outro que se sentiu atraído por si mesmo, realizando um desejo antigo de fazer amor consigo próprio/ Já este outro era um ser que tinha o poder de se metamorfosear, principalmente nos desejos alheios. Usava seu dom, principalmente, para ter breves momentos de prazer.
Postar um comentário