domingo, 26 de dezembro de 2010




AMIGO OCULTO




Por anos, recebeu um presente de um anônimo e que sempre escrevia o mesmo bilhete: “Receba minha lembrança com carinho, gosto muito de você”. Em qualquer lugar do mundo onde estivesse, recebia o presente do seu amigo oculto. Nunca descobriu quem foi.
Postar um comentário