sexta-feira, 13 de maio de 2016

ENGANOS( ideia antiga e revisada)

A jovem mártir, 1855 - Oleo sobre tela - Museu do Louvre, Paris / Pintura de Paul Delaroche"


Mesmo sentindo orgasmos profundos, quando o carrasco a possuía, a jovem fingia dor. Acreditava que se descobrisse um suspiro de prazer, amanheceria com a cabeça cindida do corpo. 

Entretanto, o carrasco apaixonado também dissimulava. Sabia que o jogo lhe proporcionava bastante prazer. Tinha medo de o encanto acabar, se fraquejasse.


Deste modo, como na vida, tudo era falta de comunicação, causando um acumulo de enganos. 
Postar um comentário