domingo, 8 de maio de 2016

ENCONTRO INESPERADO

Imagem encontrada no google


Andava sem rumo pela rua, ninguém o enxergava. De rente, sentiu alguém observá-lo. Era um rapaz que lhe sorria. Achou estranho, por ser já um velho. O jovem lembrava alguém que não conseguia recordar. Ele foi a sua direção e o beijou na boca. Em seguida, dissipou-se no ar. O velho lembrou-se, o moço era ele mesmo. No passado, foi belo e destemido, diferente de hoje em dia. Decidiu que não seria mais invisível, mesmo que a beleza de outrora feneceu. A partir da peculiar experiência que teve, deixou de ser invisível.





Postar um comentário