quinta-feira, 28 de janeiro de 2016

Eduardo Stefan Salvatore de La Vega



Tudo que acontecia com ele, compartilhava nas redes sociais. No início, publicava para desabafar, mas ficou obsessivo. Até sua intimidade fisiológica comunicava nas redes.


Um belo dia, ao chegar a sua casa, foi para o quarto. Deitou na cama e olhou para o teto. Sentiu-se tão bem por não fazer nada que, pela primeira vez, não teve vontade de dividir esse momento com ninguém.
Postar um comentário