sábado, 13 de dezembro de 2014

O pedido


“Feliz, feliz Natal, a que faz que nos lembremos das ilusões de nossa infância, recorde-lhe ao avô as alegrias de sua juventude, e lhe transporte ao viajante a sua chaminé e a seu doce lar!”

Ele estava com raiva de tudo e todos, queria se vingar do mundo, pois se achava a vítima das circunstâncias. 

Foi contratado como Papai Noel, com a finalidade de distribuir brinquedos para os filhos e sobrinhos de um empresário. Seu plano era matá-lo por achar que irá melhorar o mundo, matando os ricos e poderosos. Planejou tudo com os mínimos detalhes.

O plano seguia perfeitamente... Quando deu meia noite, sacou a arma para o empresário, mas, uma garotinha apareceu chorando e lhe disse:

- Papai Noel pode levar meus brinquedos novos. Só quero de presente meu pai vivo.

Ele ficou perplexo e fugiu. Viu-se na menina e se sentiu um monstro.

Foi se despindo de Papai Noel pela rua e percebeu uma sensação de leveza esboçar dentro dele.



***

Outros contos antigos de natal

http://dudv-descarrego.blogspot.com.br/2012/12/25-de-dezembro.html

http://dudv-descarrego.blogspot.com.br/2012/12/ceia-de-natal-conto-antigo.html
Postar um comentário