quinta-feira, 10 de abril de 2014

O escrevente de cartório...

Imagens encontradas  no google

Era bruxo nas horas vagas e, por engano, ele pegou uma caneta mágica.

Quando anotava um casamento no registro de nascimento de Antônio Bruno, Quesia Gertrudes apareceu na cama dele. Foi um susto para ambos, já que Antônio Bruno era noivo de Pâmela Vitória, enquanto  Quesia Gertrudes, casada com Francisco Welington.

 Mas, o escrevente-bruxo fez um feitiço para retornar aos instantes passados, com a intenção de consertar o erro.  Resolveu o problema, mas um colega de trabalho viu o que fez e contou ao chefe. Foi demitido, porque no trabalho não pode fazer bruxarias.  Quando ia usar a poção para voltar ao tempo novamente e consertar tudo, o frasco não estava mais na sua mochila.

Resignou-se e voltou para casa. Depois acessou pela Internet os classificados de emprego. Lembrou-se que tinha visto no seu horóscopo que teria mudanças significativas na sua vida profissional.

***

Uma dia, Antônio Bruno e Quesia Gertrudes se encontraram na rua por acaso.
Tornaram-se amantes.



Postar um comentário