sábado, 22 de dezembro de 2012

FIM DO MUNDO V








Estou me transformando em coisa viva. As palavras saem da minha pele. No espelho, não vejo minha imagem refletida. Cheiros invadem as narinas. Vejo tudo ao meu redor, sem olhar. Estou vivendo a vida não humana.

Postar um comentário