sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Caros leitores,




Preciso compartilhar com vocês a perseguição que eu e minha avó Cotinha estamos sofrendo. Uma jornalista que se diz intelectual cismou em caluniar minha avó querida, ao dizer que está sofrendo surtos psicóticos, devido aos salgadinhos que minha digníssima vó faz com tanto amor e profissionalismo.

Esta jornalista precisa de tratamento psiquiátrico para livrá-la dessa obsessão contra minha avó Cotinha. Outro dia, ela invadiu a igreja completamente nua, para esfaquear minha avó. Ainda bem, que o padre a imobilizou. Mas, ela conseguiu fugir e está foragida.

Estou muito triste, porque minha avó não merece isso. Já estou acostumado com as críticas negativas dos meus livros, principalmente de pessoas que nunca sentaram o rabo na cadeira para escrever um conto sequer. Mas, estou transtornado com a falta de respeito que esta senhora está fazendo com minha vozinha querida.

Amados leitores, sei que vocês me amam e me entendem. Leio todas as cartas e e-mails que me enviam e fico extasiado ao saber que minha literatura os ajuda a viverem melhor. 

Por isso, convido-os a mais um lançamento do meu livro, que será no terraço da casa do meu tio. Meus sobrinhos tocaram lá também. Não preciso nem dizer que quem fornecerá os salgadinhos será vovó Cotinha. 

Todos estão convidados, menos você...

Jornalista metida a intelectual e louca de pedra.

*** 
Segue os links sobre o triste episódio:













Postar um comentário