sábado, 7 de novembro de 2009

Imagem encontrada na internet.

DE REPENTE

Ele achou que teve uma ideia fantástica e colocou no papel. Vaidoso, pensou que escreveu uma história inédita e maravilhosa. Entretanto, ele percebeu que caiu na armadilha da memória e escreveu um assunto repetido de outro texto que elaborou dias atrás; sentiu-se murchar como uma bola de encher. Ouviu até o som do esvaziamento.

Postar um comentário