quarta-feira, 11 de novembro de 2009


Crédito da foto: http://www.mrj1.com/site/media/mrj1/imagens/conteudos/moscas2.jpg


A ISCA

No alto de um prédio antigo, havia uma gárgula com echarpe esvoaçante no pescoço, que ocultava uma ferida aberta. De repente, a figura grotesca foi cercada por uma nuvem de moscas. O tecido açoitou os insetos com precisão que, inertes no chão, a língua da gárgula devorou.

Postar um comentário