segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

O JOVEM PESCADOR

 
Imagem encontrada no google


Desde cedo enfrentou os perigos do mar e até as perigosas sereias que tentavam lavá-lo para as profundezas, através de seus cantos.

 Um dia, encontrou uma bela jovem que cantava na varanda da casa mais bonita da ilha. Ele se apaixonou e fez de tudo para ficar com ela, mas a moça nem tomava conhecimentos de sua presença.

Morreu à míngua e o último delírio foi com a jovem, levando-o às profundezas do mar sem fim. Ela era filha do novo dono da frota de barcos da ilha. Era só a moça e o pai.

Havia um boato que a mãe dela era sereia.
Postar um comentário