sábado, 31 de agosto de 2013

BEM JUNTINHOS

Imagem encontrada no google


- Moça bonita, quem é você que sempre está nas minhas costas e torna tudo tão cansativo?

 - Sou a Preguiça. E gosto tanto de você que ficaremos juntinhos para sempre. 


Imagem encontrada no google


O homem na rua gargalhava com a boca sem dentes. Lauro teve raiva ao ver a cena. Têm todos os dentes, mas nunca conseguiu rir desse jeito.


quinta-feira, 29 de agosto de 2013

De repente gritou:


Imagem encontrada no google




- Acordei!

Viu-se com quarenta, pai de dois filhos adolescentes e casados há vinte anos. A família assustou-se sempre fora um respeitável homem de família. Dormia por horas e quando acordou, estava bem. Voltou à rotina.

Vintes anos depois:

- Acordei!
Viu-se com sessenta anos. A mulher já estava senhora, os filhos maduros e pais de filhos crescidos.

Mais vinte anos...

- Acordei!

Viu-se com oitenta em quarto de hospital. Na janela, uma jovem sorria para ele. Foi o grande amor de sua vida e que havia morrido anos atrás.

Pela primeira vez, sentiu-se feliz por acordar e viver realmente como sempre quis.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Quando o sol da manhã ilumina o ponto de ônibus...






Surge sua sombra que é outro ponto, onde aparece a sombra do ônibus para levar minha sombra ao trabalho. Sempre me despeço dela e nos encontramos depois do expediente. À noite estamos tão cansados da rotina que nem conversamos, só ficamos fazendo companhia um para o outro.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Pergunta sem resposta



Imagem encontrada no google

- Mãe!! O que a gente faz, quando descobre que o bicho-papão mora dentre da gente?

domingo, 25 de agosto de 2013

Clara

 
Imagem encontrada no google
Cada um de nós é uma lua e tem um lado escuro que nunca mostra a ninguém.
Mark Twain( Não sei se foi o autor realmente)

Eu a encontrei em uma noite de lua cheia. Fiquei completamente apaixonado por ela. Mas, alertou-me que tinha muitos segredos. Eu a aceitei assim mesmo.

Amigos me criticam, dizem que sou tapado por não enxergar o outro lado de Clara. Faço-me de desentendido. Clara é uma ótima companheira.

Hoje, chega estranha a nossa casa e diz que alguém do passado está à espreita. Beija-me e sai. Horas depois, volta fria e tento aquecê-la com meu abraço.  

Clara diz que precisamos ir embora. Pergunto aonde vamos e responde que não sabe, mas sigo minha vontade de continuar com ela e saímos fugidos de casa.

Antes de conhecer Clara, não me via e quando a encontrei me reconheci nela. Como se fosse outra possibilidade de mim e sinto que Clara sente o mesmo comigo.


No céu, vejo a mesma lua cheia do dia que a encontrei pela primeira vez. Dirijo, enquanto Clara dorme. A luz do luar ilumina uma parte de seu rosto e a outra está imersa na escuridão. 

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Em outras realidades e outras redes sociais...

imagem encontrada no google

Encontrei meu duplo. Apesar de sermos idênticos, há diferenças... Ele é mais sofisticado que eu e tem uma ironia inteligente. Sou mais simples, como água cristalina. Mora numa casa perto do lago e todas as terças-feiras toma chá com Machado de Assis e Clarice Lispector em frente ao lago. Na realidade em que meu duplo vive, estão vivos. Convidou-me também, mas não estou de férias do trabalho e nem sei como chegar até ele, atravessando o labirinto vertiginoso das múltiplas realidades.

***

Post ao som: 


quarta-feira, 21 de agosto de 2013

A INTOCADA


Imagem encontrada no google


- Clara, quer namorar comigo?

- Antes preciso lhe revelar um segredo.

- Diga! Nada mudará o que sinto.

- É que na minha vagina existe o mundo das fadas.

- Está brincando?

- Não. Quer ver?

Mostrou e o rapaz ficou encantado. Tirou fotos, colocando nas redes sociais. As fadas faziam até pose.

Clara não gostou da história, pois foi mais um que não quis amá-la para não macular o mundo das fadas, que ficava em sua vagina.


segunda-feira, 19 de agosto de 2013

“ Tentar fugir de si mesmo é como tentar secar o gelo.”


Imgem encontrada no google



Secar o gelo é uma idiotice, mas me transporta para o ato de não pensar. É tão cômodo não sentir meu corpo e alma falando comigo. A pedrinha de gelo derrete, comprarei maiores.

domingo, 18 de agosto de 2013

CABEÇA LONGE

 


Eduardo estava no gol, mas sua cabeça viajava para lugares distantes. Nem percebeu a bola na rede. Quando viram o menino levaram um susto, pois ele estava literalmente sem cabeça. Ela só voltou de noite. 

***
Ao som: 






sábado, 17 de agosto de 2013

DESCONECTAR



video



Chove lá fora e percebo que alguns amigos do facebook me deletaram. O céu da madrugada chora por mim e eu tenho vontade de rir de mim mesmo. E o pior que tem uma pessoa que está me perseguindo no youtube, postei um vídeo lá e ela já negativou. Aí, começo a pensar que essa pessoa pentelha pode ser um artista famoso que morre de inveja de mim, por causa do meu talento. Coisa louca! Fui ao delírio egocêntrico e voltei para realidade. Ainda bem que sempre sei o caminho de volta.Abrirei a janela e lavarei meu rosto com as gotas geladas da chuva. Quem sabe assim, a razão volta para mim? Um abraço para quem fica, irei me desconectar agora.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Conto antigo, mudei algumas coisas...


ENCONTRO

 Sozinho na multidão observa a paisagem em movimento. Sempre quando pode, viaja ao estrangeiro para viver como um anônimo. Aproveita ao máximo essa sensação, sente-se livre. 

 De repente, olha para o lado e vê uma jovem olhando-o fixamente. Fica desapontado, decide que não cederá. A jovem se aproxima. Tenta fugir...

 – Oi. Não quero incomodar, mas sempre acompanhei suas novelas. É um excelente ator. A tevê produz um fenômeno estranho, quando aparecia na tevê lá de casa, considerava-o um amigo íntimo. Estou passando uma temporada por aqui e o que me conforta é a reprise de uma novela antiga sua. Tá tão engraçado sendo dublado... Sinto saudades de sua voz. Desculpa por importuná-lo, pode me dar um autógrafo? 

 – Sim. O seu nome?

 – Antônia.

 Ele autografou. A jovem tinha uma beleza frágil, pensou que para fazer amor com a moça precisaria ter todo o cuidado, senão poderia partir todos os ossos de seu corpo. Convidou-a para ir ao Café. 

 – Não posso. Tenho que trabalhar. Foi muito bom encontrá-lo. 


 Quis pegar endereço de Antônia, mas ela saiu rapidamente do vagão e se misturou na multidão. 

 Continuou a viajar no trem.

***

Música ao som :


quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Nua




Foi à festa fantasiada, mas os convidados estavam desnudos. A fantasia que usava, espelhava sua verdadeira essência e ficou envergonhada por isso. Resolveu se despir para ficar como todo mundo, ocultando sua alma.

terça-feira, 13 de agosto de 2013

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

NA HORA DO ALMOÇO


Imagem encontrada no google


Quando fui ao banco, uma jovem de vestido florido me abordou e me roubou um beijo. Voltei atônito para o trabalho. Depois, soube que mesma moça havia beijado outras pessoas e se jogado do viaduto.

Meses depois, nós, as “ vítimas” da beijoqueira suicida, fizemos páginas nas redes sociais para nos encontrarmos.



Beijamos uns aos outros para nunca perder o gosto dos lábios da jovem de vestido florido.

domingo, 11 de agosto de 2013

UM HOMEM NO PORTÃO...

Imagem encontrada no google


Gustavo olha pela janela o estranho em frente a sua casa e vai atendê-lo:

- Bom dia, o que deseja?

- Gustavo?

- Sim...
- Não se lembra de mim, sou João Paulo. Estudei com você no ginásio.

- Estou me lembrando de vagamente, o que posso lhe ajudar? Entra.

João Paulo estava nervoso:
- Lembra-se que eu implicava muito com você?

- Bem... Coisas de criança. Nem me lembro mais.

- Como? Eu te batia e xingava todos os dias! Estou aqui, para pedir perdão.

- Perdoar? Faz tantos anos.

- Por favor, me perdoe e me livre da maldição que você rogou para mim.

- Cara, você está doido! Não joguei nenhuma maldição para você. Não estou gostando do rumo dessa conversa.

- Não se lembra mesmo? Por favor,  precisa recordar para me salvar.

Gustavo começou a puxar pela memória e foi às lembranças antigas diluídas pelo tempo. Então, veio o fragmento.  No chão, sujo de terra e sangue, Gustavo disse para João Paulo: - Nunca será feliz. Vai perder tudo que ama e vagará com um morto vivo pelas ruas.

- João Paulo, lembro-me. Estava com tanta raiva de você naquele momento. Mas, nunca quis seu mal. 

- Tudo bem, mas me perdoa?!

- Claro, sem ressentimentos.

- Me sinto leve. Preciso ir, tchau!

- Tchau!


Quando João Paulo foi embora, Gustavo se sentiu leve. Em todos esses anos, tinha a impressão de carregar um peso muito grande que não o deixava ser feliz.  

LÍVIA


Crédito da foto: http://literaturaeriodejaneiro.blogspot.com.br/2011/09/suburbios-cariocas.html

Fugiu com o motorista. Agora, vive numa casa do subúrbio e tem três filhos.

Não fiquei chateado por isso, mas por ter gostado de um pobre. Por que não se apaixonou pelo meu chefe, que era doido por ela? Pelo menos,  teria uma recompensa... Talvez uma promoção.


Um dia, fiquei observando-a com os filhos e o marido. Iam à igreja do bairro. Lívia transbordava felicidade, mesmo com um vestido simples. 

Nunca ficou assim comigo.

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

"AGENCIADOR"

 
Imagem encontrada no google

Ele não quer, mas eu o obrigo. Sou seu senhor e não pode me desafiar. Precisa saber o seu lugar. Quando o forço a se vender, chora muito. Mas, não tenho pena, preciso de grana. Aliás, tem que me agradecer por sua existência. Sem mim, não existiria e nem teria um lugar para ficar (mora em baixo da minha cama). Sempre fica lembrando-se do passado, quando éramos crianças. Porém, os tempos são outros e não posso entrar na conversa de um amigo imaginário. Aproveito que sua forma se modifica de acordo com o desejo dos “clientes”,  para faturar muita grana. Comprei até uma cobertura no Leblon.


segunda-feira, 5 de agosto de 2013

LAURO

4657053554 ccf901edb5 o fortianismo


Quando nasceu, os familiares projetaram os sonhos perdidos nele. Ele aceitou carregá-los, apesar do peso. O tempo passou, Lauro começou a quebrar cadeiras e quando pisava surgiam pegadas profundas.

Um dia, andando pela rua, Lauro estava tão pesado com os sonhos alheios que de repente desapareceu na enorme cratera provocada por ele.

Foi parar em um mundo subterrâneo, onde havia outro céu e mar. Lá, os nativos o viam como era e não um receptáculo de ideais dos outros.


Pela primeira vez, sentiu-se leve.

domingo, 4 de agosto de 2013

POR ENQUANTO...


Imagem encontrada google


Uma ninja me observa na janela. A lua brilha o dardo que lançará em minha direção. Tenho medo de morrer. Mas, o celular toca e ela atende. Desaparece e só vejo as cortinas ao vento. O sono vem, por enquanto estou salvo.

sábado, 3 de agosto de 2013

EMPREENDEDOR



Vivo em um mundo alegre, onde todos vivem uma vida perfeita. Sou o único que é imperfeito. Mas, o cotidiano sem problemas provoca tédio nas pessoas e elas complicam a vida para fugir do marasmo. Então, resolvi vender meus fardos por excelentes preços. Estou prosperando em meus negócios.