domingo, 10 de novembro de 2013

DEIXA-O VIVER


Imagem encontrada no google

O telefone tocou:

- Alô?

- Por que matou Clarice?

- Quem é você?

- Um leitor revoltado, Clarice era tudo no romance.

- Respeito sua opinião, mas a história é minha.

- Clarice não é mais sua! Ela vive na imaginação de cada leitor.

- Desculpa, preciso desligar.

- Mas, antes lhe direi uma coisa: Morrerá.

- Tenho muito que fazer, sugiro que escreva seu próprio livro.

Desligou o telefone e deitou no sofá. De repente, escutou um rugido. Uma pantera apareceu e o atacou. Os olhos da fera eram os mesmos de Clarice.

***
Eduardo terminou de escrever o conto, mas resolveu apagá-lo. O telefone tocou:

- Não pode apagar o texto! Deixa-o viver!

....


Postar um comentário