sábado, 9 de novembro de 2013

VIDAS



- Ai! Ai!

- Que foi, filha?!

- Vida me mordeu.

- Não pode morder, cachorrinha safada!

Depois, pegou a filha no colo e sentiu um aperto no peito. Com a outra será difícil protegê-la. É imensa e, quando quer, abocanha mesmo.



***

Conto inspirado numa frase que li no face. 
Postar um comentário