sábado, 3 de setembro de 2011






PAI,
você é uma pessoa boa, mas cansa. Minha mãe tinha comentado que um dos motivos para ela ter ido embora foi justamente sua perfeição. É feliz demais. Nunca fica triste?  A mãe disse que numa manhã foi embora e dias depois se descobriu grávida. Pensou em me tirar, mas desistiu. Anos depois, revelou-me sobre você. Decidi conhecê-lo. No início, adorei sua presença, porém com o tempo tudo ficou pesado para mim. Sua felicidade, suas brincadeiras, tornam-se um fardo terrível para os que estão à sua volta e entendi o motivo dela ter fugido. Não estou fugindo, preciso de tempo. Mantemos contato.
Postar um comentário