sábado, 17 de setembro de 2011






ENTRE DOIS MUNDOS

Estava dividido entre um mundo perfeito e outro defeituoso. No início, pela lógica, achava que o primeiro representava o sonho, enquanto o segundo a realidade. Mas, era o contrário.

Vivia uma realidade tão perfeita, que precisava ir ao outro mundo, para viver seu lado mais sombrio.
Postar um comentário