sábado, 13 de novembro de 2010


PERSEU
Sempre foi um rapaz corajoso e bondoso. Um dia, com pena da vizinha Medusa, que sofria uma doença terminal, decapitou-a.

Postar um comentário