sexta-feira, 12 de novembro de 2010


Apolo, escultura grega de Polykleitos de Elder


– QUER O Nº DO MEU CELULAR?
– Preciso ir, me dá uma carona?

Depois do motel, a mulher o deixa no centro da cidade. Ele entra pelas portas dos fundos do museu e, em seguida, transforma-se em uma estátua grega.
Postar um comentário