sexta-feira, 19 de novembro de 2010




PEDREGULHO

Desprendeu-se, ficando à margem da imensidão de concreto. Sem se preocupar, se deixava chutar pelos transeuntes; pois, a cada chute, usufruía uma nova experiência.
Postar um comentário