quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Crédito da foto: http://www.teclasap.com.br/blog/wp-content/uploads/2008/08/romantismo.jpg


PLATÔNICO

Todas as pessoas que ele amou sentiam-se sós e algumas entravam em depressão aguda. Era deslumbrado pelo sentimento do amor e se dizia profundamente apaixonado por quem estava ao seu lado. Todavia, com o passar do tempo, por não compartilhar sua vida, o outro experimentava a sensação de ser excluído do mundo utópico que ele construíra.

Postar um comentário