quinta-feira, 16 de julho de 2009



A EXPOSIÇÃO

Todos a cercavam com elogios, mas ela se sentia vazia apesar do ego inflado. Ao acaso, vê um homem olhar absorto uma obra; parecia estar arrebatado. De repente, a alma da artista transbordou e seu rosto iluminado apareceu na seção cultural de um jornal no dia seguinte.

Postar um comentário