domingo, 17 de abril de 2016

VAMPIROS

Imagem encontrada no google



Todos que amou, ao longo do tempo, ficaram enfraquecidos até perecerem.

Vladimir ao perceber este fato, decide nunca mais se relacionar com ninguém.  Permaneceu isolado até o dia que resolveu procurar ajuda psicológica. Encontrou a luz no fim do túnel ao achar uma terapeuta que adorava ouvi-lo, postergando as sessões.

Na verdade, sua terapeuta era escritora, também, e se utilizava das histórias de seus pacientes, inclusive, os mais obsessivos, para escrever livros de suspense com uma “forte pegada psicológica” como diziam os críticos. Quando se deparou com um caso tão peculiar, pensou que daria um excelente livro. Ao lançá-lo, Vladimir morreu como as pessoas que amou.

Mas, apesar do triste fim, sentiu-se feliz por se libertar do peso de sempre estar sozinho.


Postar um comentário