quinta-feira, 18 de junho de 2015

O que é ganhar ou perder tempo?


Não tenho uma resposta definida. Quando escrevo ou tiro uma foto, na verdade, brinco de faz de conta e entro no mistério da vida. Quero pegar a lua como se fosse uma bola de gude, mas, almejo a lua mítica e não o satélite natural da terra, aproximando-me dos Deuses antigos e esquecidos. Torno-me gigante e isso me dá forças, quando preciso me apequenar para me tornar um adulto responsável. Por isso, quando penso com a cabeça dos outros, sinto que perco meu tempo com tolices, porém, quando entro em contato com o mais profundo de mim, compreendo que é uma forma de não me escravizar totalmente no mundo cinzento dos adultos.
Postar um comentário