quarta-feira, 24 de junho de 2015

NOIVA




Em sua ilógica encontrou uma lógica peculiar. Fez suas próprias leis. Quem o questionava, retrucava: "Suas verdades são inventadas, também.". Mas, o que não conseguia entender era que a invenção legitimada pela maioria tem muito mais peso que a sua. Continuou à margem da sociedade, observando a lua e imaginado a nuvem que perpassava por ela era um véu branco, pois, na verdade, a lua ficou noiva de um satélite de um planeta de uma galáxia ainda desconhecida. 


Postar um comentário