segunda-feira, 5 de maio de 2014

Em espírito

Imagem encontrada o google

Dona Rosalva implicava com todos, inclusive, envenenava gatos e cachorros de rua. A única coisa que gostava era uma solitária rosa que cultiva todos os dias num pedacinho de terra, em contraste com o quintal cimentado.

Um dia, alguém cortou a flor na calada da noite. Quando acordou e viu o acontecido, sentiu uma forte dor no peito. Os vizinhos a ajudaram, levando ao médico.

Dias internada, algo curioso lhe aconteceu... Começou a ver a rosa projetada nos rostos das pessoas e até dos animais.

Sentiu um imenso amor, pois acreditava que a rosa morreu para viver em espírito.

A partir daí, tornou-se mais amigável com todos.


Postar um comentário