segunda-feira, 28 de outubro de 2013

PÁSSAROS

René Magritte

O passarinho machucado entrou pela janela e ficou acuado num canto do quarto. Antônia se identificou com o pássaro ferido, sempre correra livre pelo campo até pisar numa pedra e torcer o pé. À medida que conversava com ele, conquistava sua confiança. O tempo passou ambos ficaram curados, mas uma conexão surgiu entre eles. 

Anos depois, Antônia tornou-se mulher feita, mas a ligação continuava forte com a ave.  Um dia, o filho abriu a porta do quarto e a viu olhar fixamente para sua sombra, que tinha a forma de um pássaro.
Postar um comentário