terça-feira, 23 de abril de 2013

MAIS UM DIA



Edward Hopper

Todos os dias, Eduardo trabalha no posto, mesmo que ninguém apareça há muito tempo. Na hora do almoço, olha a mata cerrada que fica ao lado do estabelecimento e aprecia o vento movimentar as folhas das arvores. De repente, vê um vulto de um bicho grande e se lembra dos comentários que havia uma besta escondida na mata. Depois de almoçar, pega no freezer um pedaço grande de carne e joga na direção da mata. Vai trabalhar em seguida e nem verifica que, ao anoitecer, o naco não está mais lá.
Postar um comentário