quarta-feira, 29 de agosto de 2012



Imagem encontrada na internet



TERNURA

Magoava-se com facilidade e a dor lhe era intensa. As feridas não cicatrizadas foram se acumulando.

Ao longo dos anos, transformou-se num reflexo das pessoas que lhe fizeram tanto mal.

Entretanto, em sonhos, um menino de aspecto delicado lhe sorri.

 “Conheço esse garotinho de algum lugar...”

Quando acorda, sente resquício de ternura.

Postar um comentário