sábado, 5 de março de 2011







FUGITIVO

 
Quando estava sem inspiração, resolvia pegar um conto que sempre fugia de suas mãos. Nunca conseguia capturá-lo. Ele se escondia numa caverna do seu inconsciente.




Postar um comentário