sexta-feira, 9 de julho de 2010

 




DIA DE DOMINGO

Depois da colheita, a família se arrumava para ir ao povoado. Lá, juntavam-se à multidão para assistir ao enforcamento de um criminoso. Era um momento onde extravasavam seus sentimentos. Os pais gargalhavam com a fisionomia do executado na hora em que era enforcado e as crianças ficavam em silênciocom olhos vidrados, pois a cena era fonte para as brincadeiras e histórias. 

Postar um comentário