quinta-feira, 15 de julho de 2010


EUTANÁSIA

O psiquiatra percebeu que o paciente não sofria nenhuma doença mental ou psíquica. Somente carregava uma depressão imensurável na alma, devido à inadequação ao mundo em que vivia. Deu para ele cianureto. 

Postar um comentário