segunda-feira, 3 de julho de 2017

RUMO ÀS ESTRELAS( conto antigo)




Imagem encontrada no google


O pai vivia na biblioteca, diziam para não o atrapalhar. Ouvia a mãe comentar que ele era um acadêmico brilhante.  A menina foi crescendo sem se importar com a ausência paterna. Tinha coisas interessantes para fazer, como brincar no jardim e desenhar imagens que brotavam da sua imaginação. 

Em uma noite, ela ouviu algo bater na janela do quarto e encontrou um unicórnio. Interagiram através do olhar; a garota subiu no dorso nu do animal e voaram rumo às estrelas. 

A partir desse momento, encontraram-se todas as noites até o dia em que o pai faleceu. 

Mesmo que a menina deixasse a janela aberta, a criatura nunca mais voltou.       
Postar um comentário